domingo, janeiro 29, 2012

Coisas do coração... Resolvidas !

Considerem-se desde já avisadas de que este post não deve nada em comprimento e é lamechas...



Não sei se se lembras deste post. Lembram ?
Pois bem, depois de várias voltas ao assunto, noites mal dormidas, conversa com uma amiga, outra amiga e ainda outra amiga, tenho a minha decisão mais ou menos tomada. Mas como não poderia deixar de ser, tinha que partilhar com vocês este pequeno (grande) momento da minha vida...
Namoro com o João, vai fazer em Março 3 anos e quando começámos a namorar ele estava no primeiro ano da faculdade.
O João anda na faculdade e é um dos meus orgulhos, pois apesar da sua pequena rebeldia, ele é bastante aplicado.
Quando comecei a namorar, partilhei o meu sonho de um dia morar noutro país (principalmente Estados Unidos, Nova Iorque é o meu sonho !), mas nunca passou disso mesmo, de um sonho... E o João partilhou comigo que acabando o curso dele gostava de ir para outro país também. O problema é que ele é mais determinado que eu e para ele isso não é apenas um sonho.
Chegou o momento. O João acaba este ano o curso dele, mas uns meses antes desse fim ele recebeu uma proposta para ir para Inglaterra. DRAMA !
Na altura que ele recebeu essa noticia, fui a primeira pessoa com quem ele partilhou a emoção, fiquei feliz e ao mesmo tempo escorriam-me as lágrimas pela cara. Eu estava feliz por ele, por o ver concretizar o sonho dele, mas sentia um aperto no coração.
Nesse dia ele foi-me buscar ao trabalho, viemos para minha casa e nem jantamos. Falamos, falamos e falamos sobre o assunto. Chorei que nem uma perdida.
Posso afirmar sem duvida nenhuma, que tenho ao meu lado o Homem da minha Vida. Que o amo sem limites e sei que ele me ama a mim. Pois ele era incapaz de se ir embora se eu não fosse ao lado dele e foi mesmo essa a proposta que ele me fez, de eu ir com ele para Londres.
Isso era impensável ! Tenho um trabalho estável, um cargo de responsabilidade, não me posso queixar do meu ordenado ao pé de muitos hoje em dia, tenho casa própria, carro e qualidade de vida, que é o que importa.
Fiquei assustada com a ideia, pois se quisesse mudar de país tinha ido quando a minha mãe foi, tinha muito menos a perder.
Mas realmente vistas as coisas, o que tenho eu que me prenda aqui ? A minha mãe está fora, não me dou com o meu pai e mudando de país não é obrigatório perder-se contactos, pois faço questão de continuar a acompanhar o crescimento do meu afilhado e a ver a minha familia.
Dito isto, como já devem ter percebido. A minha resposta foi sim, eu vou com o João para Londres.
Atirem-me pedras, façam comentários, critiquem-me. Tenho 22 anos e sei arcar com as consequências dos meus actos. Vai ser dificil, ao principio vai ser complicado, mas só se deixa vencer quem é fraco !
Estou assustada com a ideia e ao mesmo tempo super entusiasmada. Estou radiante de estar ao lado do meu menino nesta fase da vida dele, em que os olhos dele brilham e só fala deste assunto. Estou que nem uma menina de cinco anos, no primeiro dia que vai para a escola...



Agradeço opiniões, de preferência sinceras, pois ninguém está aqui para fazer favores a ninguém. Sejam positivas ou negativas, são opiniões e aceito-as de muito bom grado. Obrigada ( :


10 comentários:

I want to be Barbie disse...

pois eu acho que tomaste a decisao certa! Teria feito o mesmo.. Amor é isso mesmo...

Pickles e Penas disse...

Fizeste muito bem! A vida é muito curta para não ser aproveitada. Já para não falar que Portugal tá muito mal e se queremos singrar profissionalmente tem de ser lá fora. Acho muito bem que vás e quem sabe até arranjes um trabalho muito melhor e estás ao lado do teu amor. Muito boa sorte minha querida! :)

Beijinhos

by me with love disse...

A resposta é curta e objectiva, mas as coisas são mesmo assim. Acho que fazes muito bem, quem não arrisca não petisca, e se estás certa dos teus sentimentos isso já é mais de meio caminho andado, para que a mudança seja menos dolorosa. À, importantíssimo, mesmo de longe espero que continues a fazer parte a blogosfera. :) kiss

Crujicrocolicious disse...

Olha acho que fizeste bem. Claro que tens receio do mundo lá fora, é normal. Mas passado um tempo deves habituar te. Quem tem ido para fora tem ficado muito contente por ter tomado essa decisão :) Por isso força! E vai dando noticias! Vou te seguir para ir acompanhando!

Sim o exercício custa nos a levantar o cu e ir fazer, mas depois quando fazemos sentimo -nos tão bem! :)

Carolina disse...

Eu teria feito a mesma coisa! Se achas que vale a pena e se é com ele que queres estar, foi uma decisão acertada! Eu sou das que acha que só existe um amor verdadeiro na vida e portanto deve ser aproveitado!!

Pequeniña disse...

Eu já estive longe do país por duas vezes (em França, a trabalhar) e não foi fácil. A primeira vez fui com um grupo de amigos e foi divertido, a segunda vez aventurei-me sozinha e foi bastante complicado. As saudades dos amigos e família apertam e foi mesmo o mais difícil de lidar, no meu caso. Indo com o homem da tua vida acho que vai ser mais fácil para ti e vais adorar. Londres é uma cidade espantosa e vais crescer imenso. Fizeste uma boa opção :) Espero que corra tudo bem! Bisou*

Choques Rosa disse...

Eu no teu lugar faria o mesmo, alais quero fazer o mesmo!!
Arrisca, a vida é só uma :)

Camila disse...

Desejo-te sorte e felicidade :)

Crujicrocolicious disse...

Já agora trabalhas em que se não for indiscrição? :) kiss kiss

Sini disse...

Desejo-te muita sorte querida! Eu faria o mesmo!! :)